Mara Domingues29 Jan 2020

serviços de urgência

ambulâncias

É urgente cuidares de ti

Os melhores cuidados de saúde a qualquer dia, a qualquer hora e em qualquer lugar.

Por vezes, quando menos esperamos, surgem imprevistos e situações de saúde menos boas.
E não escolhem hora muito menos lugar.
A nossa sorte é que temos serviços de urgência e emergência sempre prontos para nos ajudar.

 Urgência ou emergência?

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, urgência e emergência não têm o mesmo significado. Nem têm o mesmo procedimento.
Situações de risco de vida, em que são necessárias intervações imediatas, são consideradas emergências.  Por norma, nestes casos, os cuidados iniciam-se ainda no local onde a pessoa se sentiu mal. Ocorrências como paragens cardíacas são consideradas emergências.

No caso das urgências, o paciente carece de algum tipo de tratamento, no entanto, não corre risco de vida. Por exemplo uma fratura é uma situação urgente, que exige uma intervenção ou até mesmo uma cirugia, porém não existe o risco de vida imediato.

Triagem no início do processo

Se algum dia necessitares de recorrer a um serviço de urgências médicas, podes começar por pedir ajuda à linha de urgência, 112. Serás atendido por uma equipa especializada que te colocará várias questões. Será a partir das tuas respostas, que estes profissionais irão validar se se trata de uma urgência ou de uma emergência. Também podes recorrer à linha da Saúde 24. Basta marcares o 808 24 24 24. Neste atendimento, também é feita uma avaliação da gravidade da situação e saberás quais os passos que deves seguir.

Curiosidade: Sabias que 112, é o número de emergência, não só em Portugal, mas em toda a União Europeia?
Foi criado em 1991 e passou a ser o único número de emergência europeu em 2008. É composto por três números para facilitar na sua memorização.
Ficas também a saber que é o único número para qual é possível efetuar a chamada mesmo que não tenhas saldo ou rede no telemóvel. Neste caso, a chamada é encaminhada para a antena que se encontre mais perto, independentemente do operador. Também não é preciso desbloquear o telemóvel ou digitar o PIN. Os telemóveis têm uma mensagem predefinida: "apenas chamadas de emergência”, no momento em que são ligados.

Profissionais sempre disponíveis

Seja qual for a situação a que estejas sujeito, tens em todo o país, várias unidade de emergência, prontas para te ajudar, como por exemplo no Hospital de Santa Maria. Encontrarás profissionais dedicados, (médicos, enfermeiros, auxiliares, técnicos de diagnóstico, administrativos, entre outros) que farão tudo o que está ao seu alcance para que recuperes o mais rápido possível. Para conseguirem ter uma resposta rápida, independentemente da causa da ocorrência, as urgências são constituídas por médicos de várias especialidades. Em caso de necessidade também têm equipas de cirurgia para todos os casos emergentes e urgentes que precisem de uma intervenção no bloco operatório.

A pensar no bem-estar dos pequenos


Por vezes as crianças também precisam de cuidados médicos que não estavam programados. Não é fácil levá-los ao médico, no entanto, muitos hospitais e clínicas dispõem de um serviço de urgência exclusivo para os mais pequenos. A sala de espera é diferenciada da das urgências dos adultos, está decorada com desenhos infantis, e em alguns sítios encontra-se recheada de brinquedos. A grande vantagem, é que desta forma poderás protegê-los, não só de viroses mais fortes, como de assistirem a alguns cenários não recomendáveis a crianças.

Urgências felizes

Pode parecer um contrassenso, porém existem urgências para acontecimentos felizes! E estão presentes em muitos hospitais.
As urgências de Obstetrícia e Ginecologia.
Os bebés não marcam dia nem hora para nascer. Qualquer momento do dia pode ser uma boa altura para nascer e alguns bebés mostram-se notívagos desde muito cedo. Para este tipo de urgência, a equipa tem de ser especializada nesta área e é composta por médicos obstetras, ginecologistas, neonatologistas, entre outros profissionais da saúde.

24 x 7 x 365

De norte a sul, incluindo ilhas, existem urgências que nunca fecham a porta. Funcionam 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano.  Não interessa se é Natal, Ano Novo ou feriado, estas equipas estão sempre disponíveis com a mesma dedicação e cuidado. E muitas vezes, nem nos lembramos dos sacrifícios pessoais que estes profissionais fazem para estarem ao serviço dos outros.

Para chegar mais rápido

As ambulâncias, são, possivelmente o único meio de transporte de grande dimensão que, circulando a altas velocidades, consegue esgueirar-se por entre o trânsito como se de uma bicicleta se tratasse. Tudo para que o paciente, chegue o mais rapidamente possível aos cuidados que necessita. 
Para além de permitirem chegar rápido, têm uma equipa competente, que monitoriza a situação, enquanto dá apoio aos familiares que acompanham o doente.
Em vários casos, este é o único meio de transporte que as pessoas têm para poderem chegar ao hospital. Idosos, pessoas sem carta de condução ou sem automóvel ou em situações críticas em que possas estar sozinho, sem capacidade de conduzir, a alternativa mais segura é a ambulância.

Cuida de ti. Trata da saúde, independentemente do dia ou da hora.

categorias relacionadas
sobre o autor
Mara Domingues
Redação e criação de conteúdos

O meu nome é Mara, muitas vezes confundido com Maria, Marta ou até mesmo Lara.
E onde entra a escrita na minha vida?...

ver perfil
62
Publicações
Experiência relacionadas