Miguel Arranhado15 Nov 2019

Fazer mudanças não precisa de ser uma dor de cabeça

Como ser organizado no meio do caos que é mudar de casa?


Para que as tuas mudanças <link-sub-cat-mudancas> possam ocorrer de forma calma e tranquila, tens de começar a organizar tudo muito antes de começares a empacotar as tuas coisas. Só assim consegues evitar contratempos desnecessários.

Um mês antes, escolhe a empresa que irá fazer a mudança, trata dos contratos de luz, gás e água da nova casa e, caso seja necessário, vai aos CTT pedir redireccionamento da sua correspondência para a nova morada. Não te esqueças de que é melhor pedires um dia no trabalho ou meteres férias no dia das mudanças, porque vais precisar de estar presente, durante todo o processo.

Antes da mudança

1. Organiza a forma como irás empacotar tudo


Arranja muitas caixas de papelão. Podes comprá-las ou ir a lojas e supermercados perguntar se te podem dar algumas caixas que eles forem colocar na reciclagem. Esta etapa é ótima para poderes ver tudo o que tens e separares para doares aquelas coisas que tens guardadas há muito tempo e que nunca dás utilidade. Depois disso, tem uma caneta para poderes identificar cada caixa e fita adesiva para poderes selar as caixas.

Idealmente, fazes o empacotamento móvel a móvel e habitação a habitação. Desta forma, consegues saber facilmente onde é que cada caixa irá ficar na nova casa e não irás ocupar demasiado espaço com caixas numa só habitação da casa antiga. Coloca uma identificação na caixa que não seja demasiado vago. Imprevistos acontecem e, por vezes, antes da mudança, podes precisar de alguma coisa que já empacotaste. Se colocares uma identificação um pouco descritiva nas caixas, saberás onde está o que procuras.

2. Usar sacos do lixo


Outra forma muito prática para guardar todos os teus pertences, antes de fazeres a mudança, é não guardar tudo em caixas de papelão. Os sacos do lixo são simples, rápidos de usar e são muito para coisas mais leves ou para roupa, como lençóis, cobertores, almofadas e panos da loiça.

Os sacos do lixo são resistentes e não terás muitas dificuldades em carregá-los, porque o seu conteúdo também é leve. Usa e abusa deles! Também podes usar alguns panos ou algumas toalhas para enrolar os pratos e outros objetos de vidro, antes de os colocares numa caixa. Desta forma, irão ficar mais seguros para serem transportados.

3. Tira fotos a todos os cabos que usas


Quando fores desligar e arrumar o computador, a televisão, a box da televisão, a aparelhagem ou outro aparelho eletrónico que tenhas em casa, tira fotografia aos cabos ainda ligados nos aparelhos. Como é muita tecnologia espalhada por zonas diferentes da casa, tirar uma foto de cada aparelho ainda ligado irá ajudar-te a lembrares-te de como deves fazer as ligações, quando chegares à nova casa.

4. Medir os móveis e as áreas da nova casa


Adoras o espaço da tua casa e até já pensaste onde é que vais colocar cada móvel, mas não te esqueças de medir tudo antes de encheres a casa de coisas. Podes estar a imaginar que um sofá ou uma estante pode ficar bem em determinados locais, mas só medindo é que saberás se caberá ou não num espaço.

Mede também as portas de entrada, para saberes se todos os móveis e eletrodomésticos conseguem passar sem problemas. Se quiseres, marca com fita os locais em que cada móvel irá ficar, para que quem for fazer a mudança saiba onde colocar cada móvel na casa nova.

5. Comunica a tua mudança


Isto é algo que, normalmente, cai no esquecimento da maioria das pessoas que muda de casa. Comunicar a mudança de morada parece algo simples e um pouco insignificante, contudo, não fazer isto pode causar alguns problemas. 

Cartões multibanco, as facturas para pagar, as cartas do banco ou o seguro de saúde são alguns exemplos das comunicações que podes não receber a tempo, por que podem ir parar à tua antiga caixa de correio. Não deixes para depois, avisa o teu banco e as outras empresas que te costumam enviar correspondência de que irás mudar de casa, antes de fazeres a mudança.

A Água, a luz, o gás e o serviço de televisão também necessitam de ser alterados com antecedência, para que possas escolher o dia em que te vão desligar os serviços na casa antiga e ligar na casa nova.

6. Faz uma ronda antes de fechares a casa


Quando tudo já estiver na carrinha de mudanças e a casa estiver vazia, dá uma última volta por todas as áreas da tua antiga casa, para teres a certeza de que não te esqueceste de nada. No meio das arrumações e do entusiasmo em fazer a mudança, é normal alguma coisa ficar esquecida. Mais vale teres um cuidado extra e teres a certeza de que levas tudo.

Depois dessa ronda final, é trancar à chave a antiga casa e seguir viagem para um novo capítulo da tua vida!

E depois da mudança?


Nada é mais energizante do que sentir o cheirinho de uma casa nova. No entanto, como sabemos que fazer mudanças é um processo longo e cansativo, tem apenas atenção a uns pequenos pormenores para que consigas ter todo o conforto e bem-estar na tua nova morada.

Como organizaste as caixas consoante os móveis e as áreas da casa, no momento em que começas a arrumar tudo na nova casa, é mais fácil desempacotar tudo consoante as tuas necessidade imediatas. Não tenhas pressa para tratares de tudo de uma só vez, porque, neste momento, o mais importante é tratares das habitações que te fazem mais falta: casa de banho, roupa da cama e os utensílios de cozinha.

Para evitares um cansaço excessivo e caso aches necessário, considera contratar alguém para fazer a limpeza da casa nova e ajudar-te a arrumar. No fim, é só desfrutares da tua nova casa. 
categorias relacionadas
sobre o autor
Miguel Arranhado
Consultor de Marketing Digital

Já fui chamado por muitos nomes. “Editor”, “Chato”, “Chefinho”, ou (o meu preferido) “Mini-Chefe”. Sou amante das...

ver perfil
45
Publicações
Dicas relacionadas