O seu navegador é demasiado antigo. Algumas funcionalidades poderão não funcionar.

Por favor faça download de um navegador mais recente aqui. Obrigado!

Cenfim-Centro de Formação Profissional da Indústria Metalúrgica e Metalomecânica

Sobre Cenfim-Centro de Formação Profissional da Indústria Metalúrgica e Metalomecânica

O CENFIM - Centro de Formação Profissional da Indústria Metalúrgica e Metalomecânica é um centro protocolar de âmbito nacional, que promove a formação, orientação e valorização profissional dos Recursos Humanos do Sector Metalúrgico, Metalomecânico e Eletromecânico.

O CENFIM tem 13 Núcleos: em Amarante, Arcos de Valdevez, Caldas da Rainha, Ermesinde, Lisboa, Marinha Grande, Oliveira de Azeméis, Peniche, Porto, Santarém, Sines com um Polo em Grândola, Torres Vedras e Trofa; com sede em Lisboa e no Porto.

O Núcleo do CENFIM de Torres Vedras iniciou a sua atividade em Fevereiro de 1989, na Região do Oeste, zona com grande implantação de Micro e Pequenas e Médias Empresas - MPME's na área da Metalurgia, Metalomecânica e Eletromecânica, respondendo assim positivamente às crescentes solicitações e necessidades das Empresas.

Região de um variado tecido industrial, tais como: Cerâmica de Barro Vermelho; Metalúrgica e Fundição; Alimentar e das Rações; Eletrodomésticos; Serralharia Civil e de Alumínios; Fabricação, Reparação e Manutenção de Máquinas e Equipamentos Agrícolas; Instalações Elétricas, Eletromecânicas e de Automação; Construção Civil e Mármores; têm ainda hoje um forte impacto no emprego e na economia do Concelho de Torres Vedras e de toda a Região Oeste.

O Núcleo do CENFIM de Torres Vedras desenvolve a sua atividade formativa com centralidade no Concelho de Torres Vedras, mas também alargada aos Concelhos limítrofes e para as Empresas do Sector, situadas predominantemente nos Concelhos de Alenquer, Arruda dos Vinhos, Bombarral, Cadaval, Lourinhã, Mafra e Sobral de Monte Agraço.

A nossa atuação tem-se pautado sempre por uma postura de proximidade e parceria com as Empresas do Sector Metalúrgico e Eletromecânico e com todo o tecido Empresarial da Região, onde continuaremos fortemente empenhados em prestar um serviço da maior qualidade e numa perspetiva permanente de melhoria contínua, pois só dessa forma conseguiremos ir ao encontro das reais necessidades das Pessoas e das Empresas.

O Núcleo do CENFIM de Torres Vedras ao longo dos anos da sua atividade tem apostado em dois vetores centrais, a Formação Contínua de Ativos e a Formação Inicial de Jovens, tendo obtido particularmente nesta última modalidade resultados que muito nos honram e prestigiam, assim como à Cidade de Torres Vedras, colocando Jovens formados e qualificados em quase todas as Empresas que constituem o Sector na Região, assumindo hoje muitos desses Jovens posições de relevo na organização das mesmas. A participação de Ex-Formandos do Núcleo em quatro edições do Campeonato Mundial de Profissões (consideradas como as Olimpíadas do Trabalho): World Skills - Coreia do Sul (2001); Suíça (2003); Japão (2007) e Canadá (2009), com a obtenção em 2001 de um prestigiante - 8º. Lugar na Profissão de Controlo Industrial (Eletromecânica), correspondendo também à atribuição de um Certificado de Excelência, é outro dos motivos que muito nos orgulha e que nos leva cada vez mais a acreditar no futuro e ter a esperança que vamos conseguir vencer os enormes desafios com que estamos todos confrontados, e muito em particular o da empregabilidade.

Continuará a ser objetivo central do Núcleo do CENFIM de Torres Vedras, e assumimos com convicção esse compromisso, promover e colaborar no desenvolvimento das competências técnicas e humanas dos ativos das Empresas do Sector e do tecido Empresarial da Região - onde as profissões e a formação ministrada pelo Núcleo sejam necessárias, numa altura de importantes e complexos desafios para a economia e indústria da Região e do País. O futuro será difícil, sem dúvida, mas certamente melhor se todos assumirem a sua parte no sentido de privilegiar o bem-estar geral e social, promovendo uma vida melhor e com mais oportunidades para todos, onde a responsabilidade social e o direito ao trabalho (como fator fundamental da dignidade humana) possam ser uma realidade. Tudo continuaremos a fazer, empenhadamente, para dar o nosso modesto contributo.

Fotos
Publicações relacionadas