Junta de Freguesia de Sobral da Adiça

Sobre Junta de Freguesia de Sobral da Adiça

O topónimo composto "Sobral da Adiça", tem um primeiro elemento que deriva do latim vulgar "suberale", que significa "terra de sobreiros", e um segundo elemento que se julga ter origem no árabe "ad-diça", depois "Adiça", com o significado de "mina de ouro". "Adiça" foi o topónimo adequadamente atribuído à freguesia por esta se encontrar nesta Serra do Alentejo onde existiu uma grande mina de ouro e da qual ainda hoje se podem observar as evidentes provas das suas galerias subterrâneas.

Igreja MatrizDesde épocas recuadas que esta povoação tem uma ocupação humana intensa. A riqueza da zona em minérios como a prata, o mercúrio e o cobre, a proximidade de importantes vias fluviais e as zona de cultivo, junto aos rios Ardila e Guadiana, e a existência de elevações e cumes, raros nas terras de Moura, terão contribuído para essa fixação, permitindo uma defesa mais eficaz contra os vários perigos que os povos antigos encontravam no seu dia-a-dia. Do período pré-romano destacam-se as jóias do Álamo, encontradas na freguesia de Sobral da Adiça em 1930: é um tesouro constituído por cinco peças em ouro, hoje depositado no Museu Nacional de Arqueologia e Etnologia, em Lisboa.

Fotos
Publicações relacionadas