Luísa Santos29 Jan 2020

Sabes quais são os maiores fabricantes de automóveis do mundo?

Todos produzem milhões de unidades todos os anos.

A indústria automóvel é uma das que lida, diariamente, com mais concorrência. À medida que os anos passam surgem cada vez mais marcas generalistas ou especializadas num só tipo de carro. Se queres saber quem são os maiores fabricantes de automóveis do mundo, continua a ler.

Os maiores fabricantes de automóveis do mundo

Carros a gasóleo, a gasolina, elétricos, híbridos, a gás... Os séculos passam e a gama de automóveis aumenta a um ritmo impressionante. São cada vez mais as empresas que produzem carros a nível global e os exportam para todos os cantos do mundo.

Há quem ocupe o topo, claro está, e tudo depende dos países onde existe maior produção e onde se encontram, obviamente, os maiores fabricantes de automóveis. Os dados apurados dizem respeito ao ano de 2018 e foram investigados pela JATO Dynamics, empresa especialista na matéria.

De acordo com o seu estudo, a China foi o país que mais automóveis produziu em 2018, com mais de 20 milhões de veículos fabricados e exportados para todo o mundo. Atrás dela seguem-se outros 9 países onde a produção de carros foi igualmente impressionante.

Os 10 maiores fabricantes de automóveis em 2018

  1.  China: 28.080.000;
  2.  Estados Unidos da América: 25.160.000;
  3.  Japão: 5.190.000;
  4.  Índia: 3.920.000;
  5.  Alemanha: 3.720.000;
  6.  México: 1.430.000;
  7.  Coreia do Sul: 1.780.000;
  8.  Brasil: 2.470.000;
  9.  Reino Unido: 2.720.000;
  10.  França: 2.620.000.

Depois de analisares os números apresentados, percebes que os fabricantes europeus só entram no top a partir da quinta posição, o que faz perceber a discrepância que ainda existe para os países asiáticos e, claro está, para os Estados Unidos da América.

Neste sentido, também é importante referir que, em comparação com o ano de 2017, a produção de carros decresceu significativamente face à crise económica e financeira que se instalou um pouco por todas as partes do globo.

Para além disso, não podemos esquecer a nova norma que foi implementada no setor automóvel, a World Wide Harmonized Light-Duty Vehicles Test Procedure (WLTP). Em poucas palavras, esta norma tornou-se obrigatória para todos os fabricantes de automóveis de modo a controlar as emissões de escape e também os consumos de combustível.

Sendo este um dos setores mais responsáveis pela poluição atual, seria de esperar que uma diretiva do género surgisse mais cedo ou mais tarde. Ainda que tenha sido comunicada atempadamente, foram muitas as empresas que tiveram de adaptar as suas técnicas de fabrico, o que demorou mais tempo que o previsto.

Nesse sentido, foi necessário repensar técnicas, materiais e novas tecnologias que passavam, principalmente, pelo desenho de novos motores que, no final de contas, estivessem dentro da norma estabelecida mundialmente.

carro-hyundai.jpg


Em termos de marcas, os grupos que mais venderam em 2018 foram:

  1. Toyota: 8.091.277 milhões de carros;
  2. Volkswagen: 6.746.204 milhões de carros;
  3. Ford: 5.329.290 milhões de carros.

Mas a lista completa-se com outros 7 grandes grupos fabricantes:

4. Honda: 4.966.037;
5. Nissan: 4.750.863;
6. Hyundai: 4.076.913;
7. Chevrolet: 3.881.747;
8. Suzuki: 3.046.585;
9. Kia: 2.638.782;
10. Mercedes: 2.551.806.

O principal "truque" destes fabricantes é diversificar a sua produção. Com isto queremos dizer que, em vez de concentrarem o seu fabrico num só local, estes grupos espalham-se pelo mundo de forma a dar uma resposta mais personalizada a cada mercado para o qual vendem.

Assim, estas empresas estudam a quantidade de carros que vendem em cada mercado e escolhem, dessa forma, os melhores países/regiões onde implementar cada uma das suas fábricas. Para além da produção ser mais personalizada, também o próprio serviço beneficia dessa proximidade.

Caso estejas igualmente curioso para saber quais os modelos que, dentro das marcas listadas anteriormente, foram mais vendidos em 2018, não esperes mais e conhece-os de seguida:

  1.  Ford F-Series: 1.076.153;
  2.  Toyota Corolla: 934.348;
  3.  Honda Civic: 812.767;
  4.  Toyota RAV4: 807.116;
  5.  Nissan X-Trail: 771.145;
  6.  Honda CR-V: 736.471;
  7.  Volkswagen Golf: 731.561;
  8.  Volkswagen Passat: 660.453;
  9.  Chevrolet Silverado: 650.654;
  10.  Honda HR-V: 646.144.

Os fabricantes de automóveis em Portugal
Os fabricantes de automóveis no nosso país existem, também, em grande número, ainda que esse não possa ser comparado com os valores de produção mundial que apresentámos neste artigo. O setor automóvel em Portugal abrange, aproximadamente, 30 mil empresas e lucra mais de 20 milhões de euros por ano.

De acordo com a ACAP (Associação Automóvel de Portugal), o valor lucrado pela produção de automóveis representa mais de 22% das receitas fiscais do Estado, números que ajudam a compreender a percentagem apresentada.

Mas, nestes valores, está também incluída a produção de componentes, pelo que o setor automóvel em Portugal não alcança os valores mencionados somente pela produção de carros. A líder de mercado tem sido, quase todos os anos, a AutoEuropa, fábrica do Grupo Volkswagen.

Para além de ser um dos maiores empregadores nacionais, é também um dos que mais exporta. Mas outros grupos lhe seguem, como é o caso do Grupo PSA Peugeot Citroën, que a alia a produção que mantém em Mangualde àquela que existe em Vigo, a sul de Espanha. Atrás, segue-se a Toyota, com fábrica em Ovar.
categorias relacionadas
sobre o autor
Luísa Santos
Content Writer

A paixão pelas palavras acompanha-a desde sempre e a curiosidade por aquilo que não sabe leva-a a verbalizar todas as...

ver perfil
61
Publicações
Experiência relacionadas