Luísa Santos28 Jan 2020

Como desinfestar a casa

Prepara-te para eventuais pragas.

Este não é um daqueles artigos onde te guiamos sobre aquilo que podes fazer em casa e, assim, poupar algum dinheiro em serviços externos. Pelo contrário: este é um daqueles casos em que te aconselhamos a procurar ajuda profissional, até porque o assunto em causa são as desinfestações e fumigações.

Este não é, por isso, um daqueles assuntos que possas facilmente resolver sozinho, independentemente do animal ou inseto que esteja a percorrer todos os cantos de tua casa.

A Importância Da Ajuda Profissional

Não há, portanto, um “remédio caseiro” pronto para aniquilar este tipo de pragas. Mesmo que encontres a fórmula perfeita de o fazer através de uma pesquisa no Google, aconselhamos-te, vivamente, a pensar duas vezes antes de resolveres o assunto sozinho.

As infestações de espaços privados, sobretudo de casas, são mais recorrentes do que se possas pensar, e precisam mesmo da ação de um profissional para acabarem totalmente aniquiladas - e sem perspetiva de retorno.

Fica a par dos tipos mais comuns de infestação e o que deves fazer caso te depares com uma situação semelhante.

Tipos de infestação

A infestação, por si só, é o elemento comum e pressupõe o aparecimento de um animal ou inseto, de forma repentina e em grande número. Nestes casos, é normal ver um animal/inseto em particular espalhado em diferentes divisões ou, então, concentrado numa só.

Não existe um padrão propriamente dito, sendo que aquilo que, efetivamente, existe, é a presença de um ser vivo a infestar a casa - ou, então, o seu exterior (como acontece no caso de terrenos com jardim e/ou árvores.

As infestações distinguem-se pelo tipo de animal ou inseto que está presente, sendo as mais comuns as de ratos, pulgas, traças e vespas (nomeadamente a asiática). Contudo, existem outros tipos de infestação aos quais deves estar atento:

  • Percevejos;
  • Peixinho da prata;
  • Baratas;
  • Centopeias;
  • Carunho;
  • Térmitas;
  • Moscas e Mosquitos;
  • Formigas;
  • Aranhas;
  • Toupeiras;
  • Processionária do Pinheiro.

No caso de te deparares com a presença em abundância de algum dos seres anteriormente mencionados, deves proceder à desinfestação do local afetado, pelo que te aconselhamos a pedir ajuda profissional.

O mesmo acontece com as fumigações, responsáveis por eliminar pragas mais específicas, como é o caso dos escaravelhos, ácaros e traças.

rato.jpg


O que é a fumigação

Neste caso, falamos, também, de um método de extermínio, mas que é diferente da desinfestação propriamente dita. A fumigação é responsável pelo controlo de pragas através de tratamento químico.

Esse tratamento é, por sua vez, realizado com produtos de gás em sistemas herméticos. A fumigação tem como principal objetivo a desinfeção de determinados materiais, como é o caso de paletes de madeira ou de contentores - onde o método é muito utilizado dada a importância dos transportes que neles são feitos. Este método também é muito usado, por exemplo, em produções de cereais em silos. 

Como acontece a desinfestação

A desinfestação é o método através do qual se irá exterminar determinada praga de animais ou insetos que, por sua vez, podem ser prejudiciais à saúde do ser humano (seja ela feita por intermédio de uma desinfestação tradicional ou por fumigação). Normalmente, este processo faz-se valer da utilização de vários tipos de inseticidas, capazes de eliminar este género de pragas.

Hoje em dia, as empresas especializadas em desinfestações utilizam produtos não tóxicos, que não são prejudiciais à saúde do ser humano ou animais de estimação, pelo que apresentam total segurança na sua aplicação.

Para cada infestação existe um método de desinfestação diferente, pelo que é precisamente por este motivo que é essencial que contactes uma empresa profissional e experiente neste tipo de exterminações. Destacamos, de seguida, algumas opções:


Não só em casas particulares, como também em empresas e estabelecimentos comerciais, as desinfeções são absolutamente necessárias - caso contrário não existe outra forma de assegurar o cumprimento das normas de higiene pública.

Em casos extremos, sobretudo em espaços mais antigos (ou, então, que tenham sido recentemente recuperados), o aparecimento de insetos ou animais (como os ratos, por exemplo) é, infelizmente, mais frequente do que se possa pensar.

Também por esse motivo se torna indispensável a ajuda de uma equipa profissional, capaz de não só garantir a exterminação total da praga, como também a prevenção de eventuais situações futuras.

Apesar de existirem, atualmente, muitos químicos responsáveis pela aniquilação deste género de infestações, não é aconselhável que o faça por sua conta e risco, até porque a probabilidade de se vir a arrepender é muito grande.

Opta, ao invés disso, por resolver a questão com uma empresa especializada em desinfestações e fumigações. Nos dias de hoje, a maior parte desses serviços já assegura ambos os métodos de exterminação - e dispõem, também, da possibilidade de pedir um orçamento gratuito (pela Internet ou por telefone).
Categorias Relacionadas
sobre o autor
Luísa Santos
Content Writer

A paixão pelas palavras acompanha-a desde sempre e a curiosidade por aquilo que não sabe leva-a a verbalizar todas as...

ver perfil
61
Publicações
Experiência relacionadas