Miguel Arranhado16 Nov 2019

carros usados

6 dicas para comprar um carro usado com segurança

Faça as melhores escolhas quando vai comprar um carro


Com a instabilidade económica pela qual o nosso país passa, quando chega o momento de trocar de carro, é muito comum a preferência por comprar um carro usado. A maior vantagem, porém, é que, ao comprares um automóvel em segunda mão, ele não irá ficar com o seu valor reduzido com o tempo como acontece com os carros novos, para além de ser, claramente, bem mais acessível financeiramente.

Se procurares bem online ou se fores a bons stands automóveis, é possível que encontres carros usados a parecerem novos e em perfeito estado de conservação. No entanto, é necessário precaveres-te com alguns cuidados básicos para não correres o risco de seres enganado, como é tão comum neste tipo de negócio.

Para te ajudar a evitar que compres um carro usado que não seja bom, deixamos-te aqui alguns cuidados fundamentais para teres a certeza de que estás a fazer um excelente negócio. Vamos a isso?

Evita comprar um carro usado com cores diferentes na carroçaria


A carroçaria pode, se bem observada, dar indicações que o carro já sofreu algumas batidas e foi alvo de reparações. No entanto, como desconfiar disto?

A resposta é simples: observa bem a pintura do veículo, de preferência durante o dia. Presta bem atenção nas falhas e nas diferenças de cor, partes que estejam soltas e pareçam suspeitas, ondulações e, acima de tudo, nas uniões das várias partes da carroçaria. A simetria entre as portas, os para-choques e o teto também devem ser devidamente observadas.

Inspeciona o interior do carro


Para começar, certifica-te de que existe um pneu sobressalente e se o mesmo está em boas condições. Verifica os estofos do carro e o seu desgaste, verifica se existem alguns remendos ou manchas, entre outros indícios de excesso de uso e desleixo.

É verdade que existem veículos usados em excelentes condições. Se o seu dono for cuidadoso, o carro irá manter-se com o aspeto de novo por muito tempo. Está atento!

Fica atento à quilometragem


Observar o estado geral do carro pode indicar se houve ou não alteração no conta quilómetros do veículo. Por isso, verifica alguns sinais típicos deste género de atividade, como é o caso do estado do acabamento interno, o aspeto dos revestimentos das portas e dos estofos, já para não falar da idade do automóvel.

Muito desgaste para pouca quilometragem é algo do qual deves desconfiar. Se por acaso ficares com dúvidas, pede uma revisão do carro numa oficina.

Avalia o motor com a ajuda de um mecânico


Isto é algo que deves fazer com a ajuda de um profissional. Saber as condições reais do estado do motor, bem como outros sistemas importantes, é algo um pouco complexo de mais para fazeres sozinho. Não chega apenas observar.

Está atento aos ruídos do motor e de outros sistemas que podem sinalizar a existência de problemas. No entanto, a melhor forma para te sentires mais seguro no que toca a este ponto — que é o mais importante no momento de comprar um carro usado — é levares contigo um mecânico da tua confiança para uma avaliação mais criteriosa. 

Afinal de contas, apesar de um carro usado ser mais barato do que um novo, ainda irás fazer um bom investimento na sua compra e nada como ter alguma segurança na aquisição.

Faz perguntas sobre o histórico do veículo


Com os documentos do veículo nas tuas mãos, podes fazer uma pesquisa sobre o seu histórico no Instituto dos Registos e do Notariado, em lojas do cidadão ou nas conservatórias do registo automóvel. Nestes locais poderás ficar a saber se existem multas por pagar, o número de acidentes em que esteve envolvido ou se foi roubado.

Se estiveres atento ao Livro de revisões, irás encontrar diversas informações sobre o veículo, como o concessionário que vendeu o veículo e a assistência ou manutenção que o veículo já recebeu.

Por fim, faz uma leitura das folhas de inspeção do veículo, que estão junto à restante documentação do automóvel. Aqui conseguirás perceber os problemas detetados no veículo ao longo dos anos. 

Não te esqueças de pedir o Livro de revisões


Apesar de muitos proprietários de veículos preferirem ficar com o Livro de revisões, é importante que o peças ao vendedor do carro.

Isto é apenas uma garantia para perceber como o veículo foi tratado ao longo dos anos, já que nele estão registadas todas as revisões feitas. Para além disso, é aqui que irás conseguir descobrir alguns problemas que foram sendo detetado, como questões com o óleo, a calibragem dos pneus, entre outros fatores muito importantes.

Como podes verificar neste artigo, comprar um carro usado não é um “bicho de sete cabeças”. Contudo, tomar as devidas precauções para não seres enganado é essencial. Segue as nossas dicas e, certamente, não terás problemas na compra do teu veículo. 

Com estas questões em mente, agora só falta comprares o teu novo carro usado, sem sentires grandes receios. Boa sorte! 
categorias relacionadas
sobre o autor
Miguel Arranhado
Consultor de Marketing Digital

Já fui chamado por muitos nomes. “Editor”, “Chato”, “Chefinho”, ou (o meu preferido) “Mini-Chefe”. Sou amante das...

ver perfil
45
Publicações
Experiência relacionadas