Miguel Arranhado15 Nov 2019

Como abrir uma Barbearia

O que necessitas para abrir uma barbearia


Criar um espaço especialmente dedicado para homens – seja um espaço dentro de um salão ou fora – é uma das principais características que atrai os clientes que prezam a qualidade do serviço. No entanto, esta não é a única razão que leva muitos profissionais de estética a investirem em abrir uma barbearia. Os homens estão a ficar cada vez mais vaidosos e até a barba começa a ser uma preocupação hoje em dia. 

Se estás a pensar abrir a tua barbearia, tem em atenção a estas dez dicas para que o teu empreendimento nesta área em crescimento traga os devidos resultados.

Planear bem


Antes de fazeres o investimento numa barbearia, pensa bem em todas as vantagens e desvantagens deste empreendimento e quanto podes investir neste projeto. 

Depois, pensa na localização ou se pretendes apenas ampliar um espaço que já tens. Em ambos os casos, é preciso teres em consideração custos com obras, material de construção e mão de obra qualificada, já para não falar de todo o equipamento e todos os móveis que precisas para ter a barbearia a funcionar. Antes de tomares uma decisão, vê também quanto custaria alugar um espaço bem localizado em vez de o comprares. 

Um bom espaço, a um bom preço, com bastante visibilidade, estacionamento e pouca concorrência são pontos muito importantes para o sucesso da tua barbearia.

Não te esqueças da Documentação necessária


Não te esqueças que tens de criar uma empresa, registar a marca do teu barbeiro e necessitas de contratar um contabilista para teres a contabilidade organizada. 

O primeiro passo é constituíres empresa no Instituto dos Registos e Notariado. Podes fazê-lo comodamente em casa através de uma plataforma online ou, caso estejas em Lisboa, através da iniciativa “Empresa na hora”, no Balcão do Espaço Registos de Lisboa – Benfica. Para poderes abrir uma empresa irás precisar do apoio de um contabilista, que te acompanhe durante todo o processo e trata de toda a documentação necessária. Só assim terás a certeza de que tens toda a burocracia devidamente tratada.

Depois, escolhe um nome para a tua marca e faz o seu registo no site do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Também poderá ser importante registares a imagem gráfica tua marca, tendo em conta o mercado competitivo que é o das barbearias.

Para além destes passos, também é importante obteres as licenças necessárias para o funcionamento do te negócio. 

A licença de uma barbearia é relativamente simples de se obter e é feita na Câmara Municipal do local onde pretendes abrir o negócio, ao abrigo do “licenciamento zero”. Esta diretiva definiu que não são necessárias licenças para abrir salões de cabeleireiro e barbearias, passando a ser apenas necessária a comunicação prévia para a instalação e a modificação de estabelecimentos de restauração, de comércio de bens, de prestação de serviços ou armazenagem.

Define uma Estrutura


O tamanho do espaço que necessitas para a tua barbearia irão variar consoante os serviços que irão existir e o tipo de ambiente que pretendes criar (mais moderno ou mais simples). 

Porém, o espaço mínimo necessário para uma barbearia deve rondar os 33 m². Não seria possível teres uma receção, mas terias área suficiente para teres umas poltronas para quem estiver à espera, uma casa de banho e um local para guardares todos os materiais para a limpeza do local. 

Pensa também na possibilidade de teres uma televisão ou música ambiente, um tipo de iluminação certa para poderes trabalhar, quatro cadeiras de barbeiro, um lavatório, armários e o material necessário para trabalhares, como espelhos na parede e de mão e um telefone. 

Dependendo do tipo de ambiente que pretenderes criar, poderás também ter uma máquina de café e um sistema de ar-condicionado. Para cada lugar, necessitas de ter uma máquina de cortar cabelo, uma tesoura de corte e outra de desfiar, uma escova, um pente, uma navalha, toalhas e uma capa de cortar cabelo.

Para além, disso existem ainda os seguintes requisitos técnicos que a lei te obriga a respeitar:

  • É obrigatório teres produtos para desinfetares os materiais cortantes e que possam vir a entrar em contacto com e pele;
  • O material elétrico, incluindo os secadores, tem de ser certificado;
  • As rampas de lavagem têm de ter água fria e quente;
  • Todos os tampos terão de ser feitos de material lavável;
  • As paredes e o chão da barbearia têm de ser resistentes, impermeáveis e fáceis de limpar;
  • O pé direito do espaço deve ter no mínimo 3 metros;
  • Dentro da barbearia, sempre que exista um local em que as pessoas possam permanecer devem estar ventilados.

Tens de ser diferente


Para te destacares da concorrência, precisas de ter algo que te diferencie, que agregue valor e que o cliente reconheça como uma vantagem. 

O homem está cada vez mais vaidoso e limpeza de pele, coloração e hidratação de fios, podologia e até depilação começam a ter bastante procura do público masculino. O mesmo vale se aplica à venda de produtos cosméticos específicos. Contudo, cuidado, porque eles são fiéis a uma marca e produto, não compram por impulso e estão mais atentos aos preços.

Vale também a pena investir em tecnologia, como televisões com os principais canais sobre desporto ou uma consola, onde os clientes podem jogar enquanto esperam. 

Começa a atrair clientes


Por fim, não te deixes enganar, ao pensares que basta abrires a porta e que os clientes irão aparecer do nada. É preciso saber vender o peixe e investires em divulgação para construir uma imagem positiva e tornar conhecidos os serviços do teu cabeleireiro. 

Divulga o teu trabalho distribuindo panfletos na zona do barbeiro, publica nas redes sociais e faz anúncios online ou em jornais/revistas. Acima de tudo está atento ao mercado e às tendências nacionais e internacionais. 
Categorias Relacionadas
sobre o autor
Miguel Arranhado
Consultor de Marketing Digital

Já fui chamado por muitos nomes. “Editor”, “Chato”, “Chefinho”, ou (o meu preferido) “Mini-Chefe”. Sou amante das...

ver perfil
45
Publicações
Dicas relacionadas