Miguel Arranhado15 Nov 2019

telemóveis e smartphones

Como escolher um novo smartphone

Existem características, como o sistema operativo, o tamanho do ecrã ou a resolução da câmara.


"Qual é o melhor smartphone que eu poderia comprar hoje?" Quem é que nunca entrou numa loja de tecnologia e não pensou isto? Para te ajudar a escolheres o teu próximo telemóvel, decidimos explicar o que deves ter em consideração antes de fazeres a compra.

Antes de ires para o primeiro passo, é importante perceberes que não deves começar a tua jornada de compra escolhendo primeiro uma marca específica. A tua experiência anterior com uma determinada marca deve ser tida em conta, mas o melhor é que isso sirva apenas como critério de desempate. Até uma empresa que tenha produzido algum telemóvel “mau” pode aprender e melhorar muito nas gerações seguintes – e o contrário também é verdade.

Passo 1 – Escolhe quanto podes gastar


A primeira coisa que deves definir é quanto vais desembolsar. Smartphones de gama alta são mais caros. Quanto mais baratos forem, mais simples os aparelhos são e, por isso e por mais variedade e qualidade que exista em aparelhos de gama mais baixa, se estás limitado no teu orçamento, não podes esperar que o smartphone seja infalível e sem causar problemas de vez em quando.

Regra geral, os telemóveis com melhor custo-benefício encontram-se atualmente acima dos 400 euros, mas é possível encontrar boas opções por menos, principalmente se estiveres atento às promoções. Mesmo assim, não recomendamos comprar aparelhos lançados há mais de 2 anos, porque, por mais que eles pareçam bons no início, a probabilidade de existirem bugs é muito grande e não há a garantia que a marca continue a fazer as atualizações de software por muito mais tempo.

Ou seja, os smartphones que se encontram entre os mais caros, teoricamente, podem ser melhores, mas é importante que saibas que, quanto mais fores subindo na tabela de preços, menor é a diferença entre as vantagens que um telemóvel oferece e as que encontras nas versões que estão abaixo dele. Por esse motivo, é que tens de escolher qual é o teu limite financeiro.

Passo 2 – Se possível, planeia a tua compra


Sabemos que muitas vezes acontece algum imprevisto e és obrigado a comprar um telemóvel à pressa para não ficares sem nenhum, mas o ideal é realmente fazer a compra com algum tempo. Momentos como o Black Friday ou os saldos de início de ano, por exemplo, são ótimos para encontrar promoções em telemóveis lançados recentemente.

Desta forma, se o teu telemóvel já te está a dar dores de cabeça, não fiques à espera que ele avarie de vez. Começa já a pesquisar e, se possível, junta algum dinheiro para conseguires pagar o próximo a pronto pagamento. 

Assim, mesmo que não tenhas o dinheiro todo que necessitas e precises de o pagar a prestações, pelo menos terás de parte o dinheiro que precisas para os primeiros pagamentos.

Passo 3 – Escolhe as tuas prioridades


Mesmo que tenhas muito dinheiro para gastar, simplesmente não existe um smartphone que seja o melhor em absolutamente todos os aspetos. Por isso, tens de decidir o que para ti são as características mais importante.

Queres um telemóvel com um design moderno ou não ligas nenhuma à aparência, se o smartphone tiver uma câmara melhor e mais inteligente? Desejas ter o hardware mais poderoso e a tela de maior resolução para jogares e veres vídeos ou algo mais resistente e com uma bateria que dure muito? 

É isto que precisas de decidir neste momento. Sabendo em que pontos queres que o telemóvel seja melhor, torna-se mais fácil seguir para o próximo passo.

Passo 4 – Pesquisa exaustivamente


Agora que já fizeste tudo o que te indicámos até aqui, está na hora de começares a pesquisar pelo teu próximo telemóvel. Começa por pesquisar na Internet quais são os melhores smartphones dentro do orçamento que estipulaste e faz uma lista daqueles que te chamam mais à atenção.

Depois disso, começa a ver vídeos e a ler textos de análise sobre eles, principalmente aqueles que fazem comparações entre vários modelos. Quantas mais opiniões diferentes tiveres, maior será a probabilidade de fazeres uma escolha consciente e não te arrependeres mais tarde. O que não falta na Internet são pessoas a fazerem conteúdo de qualidade sobre smartphones

O que também podes fazer é perguntar a algum amigo que goste muito de tecnologia. Ou entrares em contacto com a equipa de algum site especializado, porque, com quase toda a certeza, te irão ajudar.

Passo 5 – A hora da decisão


Seguindo todos estes passos, provavelmente ou já te decidiste ou estás em dúvida entre algumas opções. Agora é a hora perfeita para falar com amigos que já estejam que tenham um telemóvel igual ou da mesma gama e pedir a sua opinião no que toca à experiência de utilizador. Podes também ir a uma loja física para poderes mexer-lhe e ver como é ao vivo.

Também pode ser uma boa ideia assinares um plano pós-pago associado a uma operadora, porque podes conseguir um bom preço pelo telemóvel. 

Caso a tua indecisão seja entre marcas diferentes, o único conselho que te podemos dar é de escolheres aquela marca que sentes que podes confiar mais. Só assim é que conseguirás fazer o desempate.

Por fim, se todos estes conselhos não tiverem acabado com as tuas dúvidas, podes sempre voltar ao passo da pesquisa, pedir a alguém em quem confies para escolher por ti, comprar a opção mais barata ou, então, decidir através de moeda ao ar. O que interessa é que consigas fazer a tua compra e que sejas feliz com a tua escolha! 
sobre o autor
Miguel Arranhado
Consultor de Marketing Digital

Já fui chamado por muitos nomes. “Editor”, “Chato”, “Chefinho”, ou (o meu preferido) “Mini-Chefe”. Sou amante das...

ver perfil
45
Publicações
Dicas relacionadas