Nadine Gomes28 Jan 2020

Mercados, um mundo de tradições

Todos os mercados tem qualquer coisa de mágico

Multidões de pessoas, o perfume dos alimentos frescos, das refeições confecionadas in loco, é muito fácil perdermo-nos por horas. Para além dos mercados municipais, foram criados outros com temáticas muito sugestivas: mercados biológicos, gourmet, do chocolate, do artesanato, etc.

De facto, praticamente todas as cidades do mundo tem um mercado local onde os habitantes vão comprar alimentos frescos. Frutas, legumes, carnes, peixes, marisco, queijos, azeites, mel, flores, roupa… difícil será escolher e sair sem 3 ou 4 sacos cheios de produtos fantásticos!
Um exemplo? O mercado abastecedor do Porto ou o mercado de produtos biológicos do Príncipe Real de Lisboa.

Por outro lado, conhecer um país ou uma região na sua essência passa também por aí. Não é um museu, não é um parque mundialmente conhecido, é onde descobrimos os doces típicos, os costumes, tudo o que faz parte da história do povo. Experimentar é, por isso, a palavra-chave quando visitamos essas bancas repletas de novos sabores e cores!

mercado.jpg


Contudo, algumas dicas são sempre bem-vindas quando queremos visitar um mercado:

- alguns mercados estão abertos o dia inteiro, mas a melhor altura para ir será sempre a parte da manhã. Menos pessoas, mais tempo para falar com os produtores e comerciantes, mais espaço para experimentar e saborear, e o calor (se for um espaço fechado) não será um inconveniente.

- levar dinheiro líquido suficiente, já que alguns comerciantes não aceitam pagamentos com cartão.

- transportar a mochila ou carteira sempre à frente para não ser surpreendido por um roubo.

- uma vez que o tempo passa a voar nesses locais, levar sempre roupa e calçado confortáveis para não ficar aborrecido com os quilómetros que irás percorrer por entre as bancas.

Desta forma, os mercados são espaços que deixam sempre boas memórias, que fazem a diferença no nosso dia-a-dia, nas nossas viagens. É um ponto de encontro para algumas famílias fazerem as compras da semana, para amigos tomarem um café num sítio diferente, para a compra de presentes, lembranças ou simplesmente para experimentar novos sabores.

Um ponto inegável: vale sempre a pena visitar esses mercados! As cidades não seriam as mesmas sem eles. Quer seja pela diversidade de produtos, pelas pessoas, pelos aromas, pelas tradições que enaltecem esses espaços. 
categorias relacionadas
sobre o autor
Nadine Gomes
Freelancer Marketing Consultant

Comunicar é a ‘minha praia’, quer seja em meios mais institucionais ou mais informais. Adoro um bom filme, boa...

ver perfil
17
Publicações
Dicas relacionadas